Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Mammy Gestante

Ômega 3 na gravidez: Quais os benefícios?

A gestação é um dos momentos mais importantes na vida de uma mulher. Neste período, a futura mamãe não se preocupa mais apenas com a sua saúde, mas sim e principalmente com a nova vida que está gerando, buscando cuidar melhor do seu bem-estar e da sua alimentação.

Você sabia, por exemplo, que o ômega 3 pode trazer vários benefícios não só para você (gestante) como também para o seu bebê?

O que é Ômega 3?

O Ômega 3 é um ácido graxo essencial que não pode ser fabricado pelo nosso corpo. Ele se divide em três tipos: ácido docosahexaenoico (DHA), ácido eicosapentaenoico (EPA) e ácido alfa-linolênico (ALA). Cada um desses ácidos graxos essenciais atua em diferentes áreas do nosso organismo, sendo o DHA mais ligado à saúde cerebral e neurológica e o EPA mais relacionado à saúde cardiovascular, porém, ambos atuam em conjunto para a manutenção geral da saúde.

Todos esses ácidos graxos são importantes para o nosso corpo durante e depois da gestação, por isso o Ômega 3 na gravidez é tão recomendado. Como o nosso organismo não é capaz de produzi-lo naturalmente, é necessário que a nossa dieta contenha fontes regulares desse nutriente essencial.

Quais são os benefícios do Ômega 3 para gestante? E para o bebê?

O ômega 3 é muito benéfico tanto durante a gravidez, para a mãe e o bebê, quanto depois do parto. Os ácidos graxos do ômega 3 são enviados através da placenta para o bebê e podem ser de grande auxílio no desenvolvimento das funções cognitivas, visuais e dos tecidos nervosos do bebê.

Especialistas apontam que recém-nascidos de mães com altos níveis de ômega 3 em sua corrente sanguínea possuem maior probabilidade de serem mais desenvolvidos que bebês de mães com baixos níveis de ômega 3.

Também foram observados benefícios após o parto: nas mulheres, níveis baixos de ômega 3, estão ligados a um risco aumentado de depressão pós-parto. Além disso, o DHA é passado para o bebê através do leite materno. Isso melhora o sistema imunológico do bebê que fica mais protegido contra doenças.

Além disso, o consumo do ômega 3 para gestante é essencial para manter balanceada a produção de substâncias chamadas prostaglandinas, compostos similares a hormônios, mas que não entram em nossa corrente sanguínea. Elas podem regular uma série de importantes funções fisiológicas, como a pressão sanguínea, coagulação, função dos rins, do trato gastrointestinal, da produção de hormônios, entre outros.

Como consumir Ômega 3?

É através da alimentação que nosso corpo vai adquirir os ácidos graxos do ômega 3, seja em alimentos naturais ou em suplementos alimentares.

Se você quer garantir a dose diária de ômega 3 sem o uso de suplementos alimentares, invista em consumir linhaça e o óleo de linhaça em sua alimentação. Uma colher de semente de linhaça garante quase todo o ômega 3 necessário em um dia. Você pode incrementar sucos, vitaminas e até usar em saladas ou sopas.

Gostou dessas informações? Compartilhe com as amigas.

Para mais artigos, confira o blog da Mammy!

Sem Comentário
ADICIONAR COMENTÁRIO